Autoisolamento para aqueles com COVID-19 pode terminar após 5 dias completos

A partir de segunda-feira (17/01), pessoas que se autoisolarem com COVID-19 terão a opção de reduzir o período de isolamento após 5 dias completo se testarem negativo tanto no dia 5 quanto no dia 6 e não tiverem febre.

Os indivíduos que ainda são positivos em seus testes de fluxo lateral rápido devem permanecer em isolamento até que tenham feito 2 testes negativos consecutivos em dias separados.

O governo espera com isto apoiar os serviços públicos essenciais e manter as cadeias de abastecimento funcionando durante o inverno.

A decisão foi tomada após consideração da Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido, informa press release do governo.

Ao esperar até que tenham recebido 2 testes de fluxo lateral rápido negativos em 2 dias consecutivos, as pessoas que se isolam com COVID-19 reduzem a chance de ainda serem infecciosas.

O primeiro teste não deve ser feito antes do quinto dia do período de autoisolamento, e o segundo deve ser feito no dia seguinte. Se um indivíduo for positivo no dia 5, então é necessário um teste negativo no dia 6 e no dia 7 para liberar do isolamento.

É essencial que 2 testes de fluxo lateral rápido negativos sejam feitos em dias consecutivos e relatados antes dos indivíduos retornarem ao trabalho ou escola, se deixarem o autoisolamento antes do período completo de 10 dias.

Por exemplo, se um indivíduo for positivo no dia 5, então é necessário um teste negativo nos dias 6 e 7 para liberar-se do autoisolamento, ou positivo no dia 6, então é necessário um teste negativo nos dias 7 e 8, e assim por diante.

Aqueles que deixam o autoisolamento no dia 6 ou depois dele são aconselhados a usar coberturas faciais e limitar o contato próximo com outras pessoas em espaços lotados ou mal ventilados, trabalhar em casa se puderem fazê-lo e minimizar o contato com qualquer pessoa que esteja em maior risco de doença grave se infectada pela COVID-19.

O período padrão de autoisolamento continua sendo de 10 dias.

As medidas de saúde pública existentes permanecem em vigor, inclusive:

– Ficar em casa se não se sentir bem.

– Fazer um teste se experimentar algum sintoma de COVID-19.

– Usar uma cobertura facial em espaços fechados e lotados.

– Trabalhar de casa, se possível.

– Manter o distanciamento social e a lavagem regular das mãos.

– Aceitar a oferta da vacina gratuita COVID-19.

O autoisolamento pode continuar em certas circunstâncias, como por exemplo para aqueles que trabalham com pessoas vulneráveis. Uma lista completa será publicada pelo governo.

De acordo com o anúncio desta quinta (13/01), o governo também considerará a orientação para contatos próximos de pessoas com a COVID-19, incluindo em torno da orientação para contatos totalmente vacinados para fazer testes diários de fluxo lateral rápido durante 7 dias.

Vale a pena relembrar

Sob as regras de testes atuais, cerca de 6% das pessoas ainda serão infecciosas quando forem liberadas do isolamento no 7º dia após 2 testes consecutivos de fluxo lateral rápido negativo.

Uma vez alterada a orientação para terminar o isolamento no dia 6 com 2 resultados consecutivos de fluxo lateral rápido negativo, a modelagem da Agência de Segurança Sanitária do Reino Unido mostra que este número subirá para cerca de 7%.

Ao isolamento no dia 6, após 5 dias completos de isolamento, entre 20% e 30% das pessoas ainda são infecciosas.

A porcentagem daqueles liberados enquanto infecciosos é reduzida para cerca de 7% se as pessoas tiverem 2 testes negativos consecutivos e depois deixarem o isolamento a partir do 6º dia.

O período de autoisolamento foi previamente reduzido do final do dia 10 para o dia 7, com um resultado negativo do teste de fluxo lateral rápido com 24 horas de intervalo no dia 6 e 7 no dia 22 de dezembro de 2021.

Os indivíduos só podem sair do isolamento depois de terem tido 2 testes rápidos de fluxo lateral negativos em 2 dias consecutivos; se o teste for positivo nos dias 5, 6 ou 7, devem continuar os testes até que tenham 2 testes negativos.

Se o teste for positivo para a COVID-19, você deve auto isolar-se, é a lei. A lei estabelece que você deve se auto isolar por 10 dias, porém esta mudança permite que pessoas que não são infecciosas, comprovadas através de 2 testes negativos em 2 dias, que podem começar a partir do dia 5, possam sair do isolamento no dia 6.

As regras para os contatos não mudaram. Os indivíduos totalmente vacinados que são identificados como contatos de alguém com COVID-19 devem fazer testes de fluxo lateral rápido diário durante 7 dias, mas não são legalmente obrigados a se auto isolarem. Os contatos não vacinados são legalmente obrigados a se auto isolarem durante o período completo de 10 dias.

Fonte: Gov.uk

Imagem: Unsplash

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.